(c) 2008-2011 avesdeportugal.info -Todos os direitos reservados. Desenvolvido por CiberAjuda.com
Fatbirder's Top 1000 Birding Websites
Aves dos Açores
Ferfolha
Regulus regulus
Outros nomes: Estrelinha de Santa Maria, Estrelinha; Estrelinha-de-poupa (Continente)

Este pequeno passeriforme simpático e inquieto é sem dúvida um dos companheiros predilectos nas caminhadas entre as
densas florestas e matos naturais das ilhas. O seu sibilar constante, aliado à sua curiosidade inata, fazem desta ave uma
espécie fácil de observar, desde que estejamos atentos e com alguma paciência para nos deixarmos ficar: para observarmos e
sermos observados. É a ave mais pequena da Europa estando a sua nidificação em Portugal restrita aos Açores. É também a
espécie com maior radiação adaptativa no arquipélago, sendo actualmente reconhecidas três subespécies:
R.r. sanctae-mariae
(Santa Maria),
R.r. azoricus (São Miguel) e R.r. inermis (Grupo Central e Flores).
Identificação
Distingue-se pelo seu aspecto minúsculo e gordinho e pelo seu comportamento agitado, saltitando constantemente de ramo em
ramo entre a folhagem. A característica mais evidente da sua plumagem é a coroa dourada: amarela nas fêmeas e laranja nos
machos. O dorso é de um castanho-esverdeado, com as asas pretas e margens brancas na parte superior; a garganta é branca,
bem como a zona ocular, contrastando com o seu grande olho preto. O peito e o abdómen são dum branco-acastanhado; as suas
patas são pretas, assim como o bico, curto e fino, na base do qual nasce um pequeno bigode preto.

Abundância e calendário
Residente. Ocorre em todo o arquipélago, com excepção da ilha do Corvo, sendo muito rara na ilha da Graciosa. Aparece desde o
nível do mar até zonas de montanha, deste que exista vegetação lenhosa presente; contudo a sua maior abundância está
associada a formações de matos e florestas naturais dominadas pelas espécies endémicas de Vassoura (Erica azorica) e Cedro-
do-mato (
Juniperus brevifolia).

Onde observar
Os melhores locais de observação da espécie são em zonas de vegetação natural rica em Vassoura e Cedro-do-mato. Estes
podem encontrar-se na maioria das ilhas em zonas de altitude acima dos 500 metros, onde ocorrem matos, florestas naturais e
pastagens com sebes e bosquedos destas espécies. Em algumas ilhas também existem importantes manchas de matos
costeiros naturais onde a observação deste passeriforme é muito fácil, nomeadamente nas ilhas do Pico (Ponta da Ilha, zona
costeira entre Cachorro e Cais do Mourato), São Jorge (Trilho Fajã Santo Cristo/Fajã dos Cubres, Costa de Santo Amaro), Faial
(Varadouro, Capelo) e Terceira (Fajã da Serreta, Alagoa da Fajãzinha).
  • Santa Maria: Pico Alto e Faneca.
  • São Miguel: Serra da Tronqueira; Planalto dos Graminhais; Lagoa das Furnas; Pico da Areia; Lagoa do Fogo e Sete
    Cidades.
  • Terceira: Fajã da Serreta; Serra de Santa Bárbara e Mistérios Negros; Monte Brasil; Pico Alto e Terra Brava; Caldeira de
    Guilherme Moniz e Alagoa da Fajãzinha.
  • São Jorge: Trilho Fajã Santo Cristo/Fajã dos Cubres; Norte Grande até Norte Pequeno; Pico da Esperança; Biscoitos;
    Manadas; Costa de Santo Amaro; Morro Grande e Ponta dos Rosais